O que devo fazer para largar o emprego e abrir um negócio?

Muitas pessoas desejam largar o emprego e abrir um negócio, seja por um desejo de mudar de carreira, por não estarem felizes no trabalho atual ou por saberem que podem crescer muito mais e ser autônomas tendo o seu próprio empreendimento.

Apesar de todas essas motivações, esse é um tipo de mudança que gera muita insegurança. Afinal, sair de uma situação estável e embarcar em um universo de incertezas é algo que requer coragem, esforço e dedicação. No entanto, se você sente que esse é o momento certo para dar esse passo, saiba que todo esse investimento vai valer a pena!

Pensando nisso, separamos algumas dicas para orientar você nesse novo empreendimento. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Descubra se vale a pena investir na sua ideia

O primeiro passo para começar seu empreendimento é delimitar em qual ideia de negócio você pretende apostar. É interessante que essa ideia esteja relacionada ao seu perfil empreendedor e à sua personalidade, se encaixe nos seus interesses ou no que você realmente saiba fazer e seja adaptável ao estilo de vida que você deseja alcançar.

No entanto, essa ideia precisa ter alguma validade no mercado. Afinal, o principal objetivo de abrir um negócio é gerar dinheiro, do contrário essa atividade seria apenas um hobbie. Por isso, pesquise muito, estude, busque se informar por meio de diversas fontes, converse com várias pessoas e descubra se vale a pena investir na sua ideia.

Avalie o mercado em que você pretende investir e verifique se ele está aquecido ou não. Calcule o quanto você precisará investir inicialmente e analise se esse capital é viável para você. Além disso, considere o bairro, a cidade ou a região em que você vai trabalhar. Já existem muitas pessoas fazendo o que você planeja fazer? Há muita demanda para a solução que você vai oferecer?

Planeje-se, mas seja flexível

Antes de largar o emprego e abrir um negócio é preciso fazer um bom planejamento. Imaginar os passos que você vai dar e se antecipar a possíveis problemas e dificuldades é essencial para ter mais segurança ao embarcar no seu novo empreendimento. Por isso, construa um plano de negócios e coloque nele todas as informações que você reuniu. Alguns exemplos:

  • quem serão seus fornecedores e os possíveis clientes e concorrentes;
  • quais são os riscos do seu negócio;
  • como serão suas estratégias de marketing;
  • quais serão os seus produtos e serviços;
  • um bom planejamento financeiro;
  • a definição dos objetivos e das metas do seu empreendimento.

Além disso, calcule o quanto você precisa para se manter em um período de 6 meses, por exemplo, e faça uma reserva enquanto você ainda estiver no seu emprego. É importante fazer essa preparação para o caso de alguma coisa não dar certo ou sair diferente do que você planejou.

Uma dica importante: baseie-se no seu plano de negócios mas mantenha sempre uma certa flexibilidade para adequar o planejamento às exigências reais do mercado à medida que você for se inserindo nele. Deixar espaço para fazer adaptações e lançar mão de novas soluções ao longo do caminho evita frustrações e é essencial para ter sucesso no seu negócio.

Tenha um diferencial no seu negócio

Descubra uma forma de se diferenciar no mercado. Mesmo que muitas pessoas já façam algo semelhante ao que você pretende fazer, sempre é possível encontrar uma forma de se destacar aos olhos do cliente e oferecer algo único. Isso é essencial para que o seu negócio seja competitivo, atraia muitos consumidores e cresça cada vez mais.

A dica é fazer muitas pesquisas em relação ao seu público-alvo. Saiba o que essas pessoas têm achado dos seus produtos ou serviços, tenha muita atenção às mudanças nas suas demandas, descubra quais são suas prioridades, antecipe-se aos seus desejos e ofereça soluções inovadoras. Nunca deixe de se atualizar e ofereça ao cliente o que há de melhor no seu segmento.

Aposte na revenda de produtos

Se você ainda está em dúvida sobre qual tipo de negócio deve investir, por que não apostar na revenda de produtos? Essa é uma ótima forma de ter o seu próprio empreendimento, já que isso não demanda um grande capital para investimento inicial e você pode conduzir suas vendas aos poucos, de acordo com as suas possibilidades, e ir crescendo à medida que ganhar mais segurança e clientela.

Se você quer trabalhar e alcançar ou manter a independência financeira mas precisa separar um tempo para cuidar da casa, de si mesma e ainda ter momentos de lazer com seus familiares e amigos, a revenda de produtos é uma opção de negócio em que é possível conciliar facilmente tudo isso. Quer ver mais vantagens?

  • o horário de trabalho é flexível e você estabelece sua própria rotina, de acordo com o que é melhor para você e para a sua produtividade;
  • é possível atender os clientes em domicílio, o que dispensa os gastos com uma loja física;
  • você adquire autonomia, liberdade e independência;
  • você passa a conhecer um número grande de pessoas e estabelece uma agenda de contatos que pode contribuir muito para o seu crescimento pessoal, social e profissional;
  • você é sua própria chefe e estabelece seus objetivos e suas metas. Quanto mais se dedicar, maior será a sua renda.

Existem diferentes modalidades de revenda de produtos — venda por catálogo, por consignação ou compra em atacado —, e você precisa analisar e identificar o que é mais vantajoso para o seu caso. Além disso, é importante encontrar empresas sérias e honestas, que oferecem produtos de qualidade e com algum diferencial. Assim será muito mais fácil atrair e fidelizar clientes.

 

Escolha bem seu produto

Outro ponto importante é a escolha do produto. Opte por algo que motive você a trabalhar, que faça parte do seu universo pessoal e que seja interessante para você. Afinal, trabalhar com o que gosta torna tudo muito mais fácil e prazeroso — e seus futuros clientes certamente notarão isso.

 

Largar o emprego e abrir um negócio pode parecer algo assustador no início, mas depois de ler este texto você deve ter notado que esse objetivo está longe de ser inalcançável, certo? Basta ter uma boa ideia, pesquisar bastante e fazer um bom planejamento. Além disso, quer motivação maior do que ser sua própria chefe?

Se você gostou da ideia da revenda de produtos, assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos relacionados a essa modalidade de negócio. Não perca essa oportunidade!

Total
56
Shares

Receba Novidades

Inscreva-se em nossa newsletter